VIII FEIRA CULTURAL E.M.E.F. BOA VENTURA


    Aconteceu sexta-feira, 08 de dezembro de 2017 na Vila Santa Clara, a 8ª Feira Cultural da Escola Boa Ventura que teve como tema: Sistemas de Produção e Processos de trabalho no Campo. Esta temática foi dividida em duas etapas, com duas pesquisas de campo: A primeira sobre os legumes féculas e frutas, a segunda sobre a produção de grãos.

    Estiveram presentes no evento o coordenador Genilson de Sousa e a diretora Alzira Alves do Departamento de Educação do Campo de Jacundá. Participaram também do evento, alunos e professores das escolas das comunidades vizinhas: Escola Paraíso da Infância da comunidade Vila Pajé, escola Nova Canaã da comunidade Vila Limão.

    A Escola Boa Ventura desde o ano de 2009 vem desenvolvendo suas práticas na perspectiva da Educação do Campo a partir do desenvolvimento dos conteúdos curriculares por meio de eixos temáticos. Trata-se de uma prática onde o desenvolvimento dos conteúdos curriculares se dar por meio da pesquisa de campo a partir de eixos temáticos que possibilita a escola, enquanto instituição de função formativa e social dialogar com as necessidades dos sujeitos que vivem e moram no campo.

    Nessa perspectiva, o processo de ensino-aprendizagem é complexo e ao mesmo tempo dinâmico, pois acontece a partir de situações concretas do dia a dia comunidade. Por isso, se faz necessário a pesquisa de campo.

    Durante a Feira Cultural foram apresentadas pela coordenação da Escola Boa Ventura todas as ações pedagógicas desenvolvidas durante o segundo semestre deste ano por todos os professores da escola Boa Ventura. A pesquisa de campo foi realizada com 30 famílias sobre a produção de grãos como o milho, arroz e feijão na região. Esta pesquisa tinha como princípio educativo compreender os processos de trabalho presentes no Assentamento para contextualizar com o aprendizado dos estudantes.

    A partir dos resultados da pesquisa cada professor buscou contextualizar os conteúdos de sua disciplina com os resultados da pesquisa. Entres as várias ações pedagógicas desenvolvidas pela escola Boa Ventura neste segundo semestre podemos destacar a sistematização e tabulação dos dados da pesquisa realizada pelos alunos durante as aulas de matemática do professor Edpaulo Alves e do professor de geografia Romário Aguiar que foram expostas nas salas de aula.

    A oficina de enxertia em plantas frutíferas pelo professor de geografia com as turmas do 6º ao 9º e EJAs, A enxertia trata-se de uma técnica muito utilizada no setor agrícola para o melhoramento da produção de frutas.

    A professora Denize Bizarrias da disciplina de história produziu um filme com os alunos da EJA retratando as dificuldades para produção de grãos na comunidade local. Foi um momento muito importante por possibilitar uma maior reflexão sobre os sistemas de produção e os processos de trabalho desenvolvidos pelos moradores da região.

    As demais ações pedagógicas estiveram expostas para apresentação no decorrer da feira cultural das quais podemos destacar:     A decoração de natal do espaço escolar realizada por professores, coordenadora Elivânia de Jesus e os alunos que embelezou ainda mais o espaço escolar.

    O professor Paulo Campos, da disciplina de Estudos Amazônicos, realizou uma oficina para a confecção de bonecos de fantoche a partir de emborrachado EVA junto com as turmas do 8º e no dia da Feira Cultural apresentaram o teatro de fantoches que retratava a atual situação do contexto local no que diz respeito aos sistemas de produção local.

    Durante o evento foi recitado vários poemas criados pelos próprios alunos durante as aulas de português do 7º ao 9º ano e 3ª etapa da EJA da professora Maria Viene. Compor um poema é uma prática muito importante, pois ao criar o poema os alunos desenvolvem múltiplas habilidades de forma simultânea. Pode-se apreciar também o mural com as coletâneas de textos literários “poemas, memórias literárias e crônicas” criadas a partir de das atividades agrícolas que ainda são encontradas no assentamento.

    O show de calouros foi um momento importante onde os alunos tiveram a oportunidade de demonstrar seus talentos por meio da música e animar a galera.

    Os porta-objetos construídos pelos alunos a partir da madeira do bambu com durepox usado para a confecção de réplica de pássaros existentes na região. Foram outros trabalhos que estavam expostos também na feira cultural. Este trabalho foi realizado pelas professoras Joane Morais do jardim I e II, da professora de artes Leidiane Oliveira e do coordenador Raimundo.

    A professora Mirian da Silva realizou uma oficina de aproveitamento de papel nas turmas do sexto ao nono ano construindo alguns objetos dessa matéria-prima: fruteiras, bandejas e cestos que também estavam expostos durante a Feira Cultural.

    Encontrava-se em exposição também as bijuterias construídas pelos alunos da professora Arlete Brito do 4º, 5º e 6º ano. As bijuterias foram construídas a partir utilização de recursos encontrados na flora local. Entre as diversas bijuterias podemos citar os anéis feitos a partir do tucum que é um fruto da região, as pulseiras e cordões confeccionados a partir de sementes de plantas encontradas na região, os pingentes que foram confeccionados a partir da casca dura do coco da praia e do coco anajá. Todas as bijuterias confeccionadas pelos alunos foram apresentadas ao público presente durante o desfile das garotas da sustentabilidade que também foi organizado pela professora Arlete.

    A realização da 8ª Feira Cultural da Escola Boa Ventura serviu também para mostrar que mesmo diante das dificuldades enfrentadas no dia a dia, e especificamente neste segundo semestre, podemos sim, desenvolver nossas práticas pedagógicas e contribuir para a melhoria da qualidade da educação dos alunos que vivem e moram no campo. Creio que o trabalho coletivo de toda equipe: Vigias, serventes, professores, coordenadores, diretora e alunos foram fundamentais para a realização deste evento.

    A toda a equipe da escola Boa Ventura e aos alunos desta instituição, nossos sinceros agradecimentos.

    ROMÁRIO AGUIAR
    Professor da EMEF Boa Ventura
    Licenciado Em Educação Do Campo


20 de Dezembro de 2017



 

 

semedjacunda.com.br
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Rua Jarbas Passarinho S/N - Centro - Jacundá - Pará - Brasil